O MISTÉRIO DOS PAINÉIS * António Belard da Fonseca * 1957, 1958, 1959, 1963, e 1967.

SKU 11838 Categoria

Descrição

O MISTéRIO DOS PAINéISAntónio BELARD DA FONSECAVolume I. O Cardeal D. Jaime de Portugal. Volume II. O 'Judeu', o seu Livro e a Critica.Volume III. As Personagens e a Armaria. Volume IV. Os Pintores.Volume V. Os Principes. ultimas Páginas.Lisboa. 1957, 1958, 1959, 1963, e 1967.5 volumes de 26×20 cm. Com xxiii-204, 227, 219, 201, e 275 págs.Brochado com as capas protegidas por plástico.Ilustrado com numerosas gravuras em extratexto sobre papel couché.Todos os volumes incluem indices onomásticos, das estampas e geral. O volume 1º inclui um mapa desdobrável extratexto, comparando as teses defendidas nas diversas obras que tinham sido publicadas até ao momento. 'A quest;o dos painéis', como é conhecida a vasta polémica que se desenrola desde a descoberta em S. Vicente de Fora em 1883 de uma excepcional obra de pintura portuguesa do século XV, apaixona os especialistas e a opini;o publica até aos nossos dias, ganhando ainda mais impeto com o recurso aos modernos meios de comunicaç;o, como a Internet. Neste trabalho, o autor defende a tese que o tema da célebre obra prima está relacionado com o Infante D. Pedro e com o pedido do seu corpo ser inumado no Mosteiro da Batalha, reparando assim o mal que lhe tinha sido feito, ao ser sepultado sem os cuidados e honras devidos, depois da sua morte na Batalha de Alfarrobeira. Defende assim que a figura representada é D. Jaime, filho de D. Pedro, e que a obra se destinava à capela em Florença onde está sepultado.   O autor recorrendo a uma grande erudiç;o, apresenta pela primeira vez uma proposta de decifraç;o do texto, que se vê num livro segurado pelo judeu no painel da reliquia, defendendo que está escrito em latim. Importante contributo para o estudo desta célebre quest;o que, pela sua complexidade, ganha sempre com as possibilidades abertas por cada uma das novas abordagens que trazem todas algo de positivo.;A quest;o dos painéis; apaixona os especialistas e a opini;o publica até aos nossos dias, levando a cenas de pugilato, falsificaç;o de documentos e suicidos. Apesar do aprofundamento do conhecimento dos aspectos materiais e artisticos da obra, a impossibilidade de determinar a sua origem e a intenç;o com que foi realizada, por falta de provas documentais, renova periódicamente as polémicas, n;o existindo acordo sobre nenhuma das multiplas questões a considerar.

Views: 78

375

Produtos Relacionados

OOrientalismoEmPortugal

O ORIENTALISMO EM PORTUGAL (Séculos XVI-XX)

75

Visionismo-Vieira-Baptista

VISIONISMO – As Sincronias Do Acaso – The Casuality Of Synchronisations Vieira-Baptista 2000

50

DoGeneralaoCaboMaisOcidental

DO GENERAL AO CABO MAIS OCIDENTAL * Alvaro Guerra * Desenhos de Cruzeiro Seixas * Edições AFRODITE 1976

45

Kafarnaum

KAFARNAUM – António – 1976

25

MalhoaIntimo

MALHÔA ÍNTIMO António Montês 1950

25

AbelManta-ManuelMendes

ABEL MANTA Manuel Mendes 1958

35