FÁTIMA Poema do Mundo ANTÓNIO BOTTO

SKU 535 Categoria

Descrição

FáTIMA  Poema do MundoAntónio Botto1ª Ediç;o ediç;o numerada e assinada pelo autorAprovado por Sua Eminência o senhor Cardeal Patriarca de Lisboa, D.MANUEL GONÇALVES CEREJEIRAIn-8º de 62+I p. B., Rio de Janeiro em 1955,Trigessimo Sexto Congresso EucaristicoAntónio Botto (1897-1959) nasceu em Alvega, concelho de Abrantes, indo muito novo para Lisboa na companhia dos pais. Trabalhou numa livraria, indo depois para áfrica como funcionário publico. Em 1947 partiu para o Brasil, morrendo atropelado no Rio de Janeiro em 1959. A sua obra poética, admirada por Fernando Pessoa e pelo grupo da Presença, é vasta. No entanto, a sua obra mais conhecida é Canções, publicada em 1921 e desde logo causa de escândalo nos meios intelectuais portugueses por ser uma obra explicitamente pederasta. Além desta obra, publicou: Cantigas de Saudade (1918), Canções do Sul (1920), Motivos de Beleza (1923), Curiosidades Estéticas (1924), Piquenas Esculturas (1925), Olimpiadas (1927), Dandismo (1928), Ciume (1934), Baionetas da Morte (1936), A Vida que te Dei (1938), O Livro do Povo (1944), ódio e Amor (1947), Fátima – Poema do Mundo (1955), Ainda n;o se Escreveu (1959).

Visits: 9

65

Esgotado

Produtos Relacionados

APlanicieHeroica

A PLANÍCIE HERÓICA : Romance – Manuel Ribeiro

15

OMovimentoDoHomem-AntonioQuadros0001

O MOVIMENTO DO HOMEM – António Quadros – 1963

35

PrefacioDaRepublicaHespanhola

PREFÁCIO DA REPÚBLICA HESPANHOLA – António Ferro 1933

45

ProPatria

PRO PATRIA – Homem Christo 1905 1ª Ed.

45

CriticaEVerdade

CRÍTICA E VERDADE Introdução à Actual Literatura Portuguesa António Quadros

25

ATecnicaEAsTransformacoesSociaisContemporaneas

A TÉCNICA E AS TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS CONTEMPORÂNEAS Cunha Leal 1933

20